quarta-feira, 4 de maio de 2016

Distopia a vista. Senhoras e senhores, o Cyberpunk.




Olá leitores..!
Dando continuidade a ultima parte do retrofusturismo, hoje vos apresento, o Cyberpunk..!
Dentre os subgêneros do retrofuturismo, ele é o mais ideológico dos que o dieselpunk ou steampunk (que acompanham muito mais uma estética que um ideal em si). Lembrando que o cyberpunk acompanha uma estética, porém, seus princípios ideológicos são mais impactantes.

futuro, neon, tecnologia e destruição


Reconhecido nos anos 1980, trata-se de ficções futurísticas distópicas. A tecnologia é evoluída em seu ápice, e a interação entre humano/máquina é maior do que nunca, maior até que a interação entre humanos. Isso é perceptível, que mesmo civis à margem da sociedade possuem apetrechos e/ou acessórios cibernéticos conectados ou fazendo parte do corpo.


Elementos de máquinas, partes do corpo cibernéticas e computadores típicos do Cyberpunk

O interessante e impactante do cyberpunk, trata-se que a realidade que ele geralmente envolve em suas histórias, não é uma escolha de quem encontra-se nela. É uma condição criada pelo regime em poder, geralmente, máquinas de inteligência artificiais, que exercem sobre a população de civis (humanos), sem liberdade de escolha.



falta de escolha, ambientes destruídos, escuridão, civis marginalizados



Algo muito legal nas ficções Cyberpunks, são seus protagonistas, que sempre serão anti heróis. Isso explica-se, devido ao fato de ele ser sempre um rebelde contra o regime em poder. Geralmente são hackers, e sua luta é bem mais ideológica e psicológica que física. 
      
    
Matrix e Robocop possuem protagonistas anti herois


A estética Cyberpunk, aborda elementos tecnológicos, cinza, escuridão, ambientes que passam a sesanção de falta de esperança. Roupas geralmente de cores neutras e escuras.



Roupas escuras, corte inexato, ideia de distopia, improviso e precaridade


O Cyberpunk é uma temática bastante atual, pois ela visa e especula o futuro onde no presente houve extrapolação de tecnologia e comunicação como, por exemplo, a internet.
Quanto mais será que nos falta para anunciarem os jogos vorazes, ou descobrirmos que tudo não passa de um matrix..?
Cá então finaliza os posts sobre o que é retrofuturismo~


bonus: uma corridinha pela cidade xD



See ya
;)


Nenhum comentário:

Postar um comentário